Conheça o Geraldo, taxista do Wappa Black e dono de uma Mercedes novinha!

2 minutos para ler

blog.wappa.black.28

Lançado recentemente, o Wappa Black é o novo serviço premium da Wappa e funciona tendo como base os táxis pretos homologados pela Prefeitura da cidade de São Paulo. Ou seja, é um serviço 100% legalizado.

Um dos taxistas cadastrados no Wappa Black é o Sr. Geraldo Paulino da Silva Filho, que começou a dirigir profissionalmente na década de 1970, ainda na época de Opalas e do saudoso Landau. Hoje, depois de muito trabalho duro, Geraldo dirige uma Mercedes E250 novinha em folha. E, ainda por cima, blindada.

Para que vocês pudessem ter uma idéia desse carrão, a Wappa foi lá e fotografou Geraldo e seu táxi. Vale a pena conferir!

Aproveitamos a conversa e perguntamos se o taxista tinha alguma dica para os profissionais que estão entrando agora na categoria do táxi preto. Ele tinha várias dicas ótimas: mantenha sempre a gravata e o paletó, procure ser gentil o tempo todo, abra e feche a porta para seu passageiro. “O taxista pode oferecer ajuda para carregar malas ou pertences, desde que o passageiro concorde. Se ele declinar a oferta, não insista”, ressalta Geraldo.

blog.wappa.black

As sugestões não param por aí. Não é necessário que o taxista fale e ofereça o tempo todo as coisas que tem em seu carro. Balas, água, ou carregadores de celular, por exemplo, podem estar visíveis e à disposição do passageiro. No caso do Wi-Fi, basta uma placa fazendo menção à tecnologia. “Já disponibilizo a senha escrita logo na plaquinha do Wi-Fi que tenho em meu carro”, conta Geraldo. “Assim, o passageiro não precisa nem mesmo perguntar a senha”.

No caso de ter sorte e ser atendido por Geraldo e sua Mercedes, o passageiro ainda terá à sua disposição jornais e revistas. Tudo isso ao som de jazz e de música clássica suave. É ou não é um serviço diferenciado cheio de cortesias e gentilezas?

Posts relacionados
Share This