Encontrar meios de reduzir custos sem que isso altere o bom funcionamento do empreendimento é um dos maiores desafios do cotidiano de uma empresa. Afinal, com a concorrência cada vez mais acirrada, é preciso fazer uso de estratégias que garantam a sobrevivência do negócio.

Nesse sentido, reduzir custos desnecessários é o primeiro passo para conquistar uma empresa financeiramente estável e se firmar no mercado, uma vez que a quantia poupada pode ser investida em setores que mais necessitam.

Se você está se preparando para iniciar esse processo em seu negócio, confira agora algumas dicas para que os cortes sejam feitos com responsabilidade. Após a leitura, suas chances de sucesso irão se multiplicar!

1. Faça uma análise de custos

Conforme dito, realizar cortes é uma decisão que precisa ser tomada com cautela, caso contrário, as chances de prejudicar os funcionários e o funcionamento do próprio empreendimento são grandes.

Nesse sentido, a primeira providência a ser tomada deve ser uma análise minuciosa dos custos atuais da empresa. Isso deve ser feito com a finalidade de identificar despesas desnecessárias e que não contribuem para a lucratividade do negócio.

Importante frisar que, por ignorarem essa etapa, muitos empresários acabam prejudicando a produtividade de sua equipe, cortando gastos em áreas que, na verdade, deveriam ser priorizadas

2. Tenha uma meta para reduzir custos

Tão importante quanto identificar as áreas que poderão sofrer cortes é traçar metas de redução por meio da análise previamente realizada.

Com essas metas bem definidas no planejamento estratégico da empresa, você sentirá menos dificuldade ao definir os meios de economizar, além de acompanhar de perto os resultados alcançados.

3. Faça da sua equipe uma aliada

Um empreendedor de sucesso sabe que ter uma equipe de trabalho unida e engajada em torno de um só objetivo contribui para o sucesso do negócio. Portanto, conte com o apoio de seus funcionários na tarefa de reduzir despesas.

Converse com sua equipe e exponha de forma clara seus objetivos e como eles podem contribuir para o êxito desse projeto. Além disso, ouça as sugestões que possam surgir — por estarem mais próximos dos processos, eles identificam melhor onde os cortes poderão ser realizados.

Ademais, para incentivá-los, é possível criar planos de recompensa, em que parte do dinheiro poupado poderá ser usado como gratificação à sua equipe de trabalho.

4. Busque estratégias para reduzir as horas extras de seus funcionários

Em um ambiente corporativo, às vezes é necessário que o funcionário trabalhe acima da jornada normal, o que gera mais encargos à empresa. Entretanto, você precisa avaliar se esse gasto é realmente imprescindível.

Observe como tem sido a produtividade de seus funcionários ao longo do dia e identifique atitudes que possam estar atrasando a execução das tarefas. Oriente-os a não fazer uso das redes sociais no horário de trabalho, cumprir adequadamente os intervalos e evitar conversas paralelas durante o expediente.

Com esses simples passos, sua equipe não precisará recorrer com tanta frequência às horas extras para finalizar o trabalho que lhe foi confiado.

5. Adote práticas sustentáveis em seu negócio

Você já parou para pensar o quanto de dinheiro é jogado no lixo todos os dias com o uso de copos descartáveis por seus funcionários? Além dos impactos financeiros, essa é uma atitude com grandes impactos ambientais.

Sendo assim, seja criativo e adote atitudes sustentáveis. Que tal fornecer canecas individuais personalizadas com a logo de sua empresa? Apesar do custo inicial, a economia a longo prazo é bastante expressiva.

Ademais, estimule o consumo consciente de água, luz, papel e demais itens de papelaria. Desse modo, sua empresa economiza e ainda contribui para um mundo mais sustentável. Pense nisso!

6. Avalie os gastos com transporte

Especialmente em grandes centros urbanos, os gastos com transporte corporativo podem representar uma grande parcela do orçamento da empresa. E, justamente por isso, é importante avaliar como esse dinheiro tem sido empregado e encontrar meios de reduzir tais gastos.

Nesse cenário, substituir o uso de carros particulares por táxis é uma medida que gera bastante economia. Ao fazer isso, você reduz custos com combustível, manutenção veicular, IPVA, seguro e estacionamento, além de contar com mais conforto e comodidade ao se deslocar pela cidade.

Aliás, fazer uso de um aplicativo corporativo de táxi pode auxiliar o controle de corridas e pagamentos, disponibilizando relatórios e gráficos na nuvem que permitem ao empreendedor acompanhar de perto seus gastos com transporte.

7. Estude a possibilidade de terceirização

A terceirização é uma estratégia bastante eficiente quando falamos em reduzir gastos. Ao transferir a execução de determinados serviços, como limpeza e segurança, para uma empresa especializada, você vai eliminar os custos com contratação e manutenção de um trabalhador.

Além disso, a empresa terceirizada, por ser especializada no segmento em que atua, vai prestar um serviço eficiente e de qualidade. Ou seja, você desfrutará de um bom serviço sem qualquer vínculo trabalhista com esses funcionários.

Mas, é sempre bom ressaltar que a legislação brasileira só permite a terceirização de atividades-meio. Ou seja, somente aquelas que não possuem relação com o intuito principal da empresa.

8. Reavalie o regime de tributação adotado

Vivemos em um país em que a carga tributária incidente nas empresas é bem expressiva. Entretanto, esses gastos podem ser drasticamente reduzidos se o seu negócio fizer a opção pelo regime de tributação adequado.

Desse modo, é importante ter o auxílio de um advogado ou contador para identificar qual sistema se adéqua melhor ao seu negócio. Os regimes de Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional possuem alíquotas diversas e a escolha certa pode representar uma grande economia.

Portanto, procure descobrir se o regime que você adotou é o mais vantajoso. Caso não seja, tenha o auxílio de um profissional para migrar para aquele considerado ideal.

Como você pode perceber, reduzir custos não é uma tarefa que pode ser realizada da noite para o dia e sem qualquer critério. É preciso estudar bem as opções antes de realizar os cortes, pois uma decisão mal tomada poderá colocar seu negócio em uma difícil situação.

Sendo assim, aproveite todo o conhecimento adquirido hoje e comece a avaliar como economizar em sua empresa.

Gostou do conteúdo? Então, gostaríamos de convidá-lo a seguir nossa página no Facebook, Twitter e YouTube. Estamos sempre atualizando nossas redes sociais com conteúdos assim!