post.24.02.review

Caso você tenha um amigo ou familiar que esteja se aventurando no mundo do empreendedorismo, temos uma ótima dica de presente. Trata-se do livro #VQD – Vai que Dá!, organizado por Joaquim Castanheira e coeditado pela Portfolio-Penguin e pela Endeavor. A publicação traz dez histórias inspiradoras de empreendedores brasileiros que conseguiram transformar seus sonhos em grandes negócios.

Antes de mais nada, é importante destacar que o livro não é um guia ou manual de como transformar sonhos em negócios lucrativos. Mesmo porque não existe um caminho único para ser um bom empreendedor. Por que estamos sugerindo a leitura então? Porque conhecer os detalhes de cada uma das histórias é a melhor maneira de descobrir o que os casos de empreendedores bem-sucedidos têm em comum.

Esta seria a hora exata do spoiler: “todos os empreendedores bem-sucedidos fazem…”. Pena que as coisas não são tão simples. Podemos somente falar que tem a ver com “brilho nos olhos” e com um otimismo e uma paixão capaz de contagiar muitas pessoas. De volta ao livro, vale ainda destacar que o prefácio é assinado por ninguém menos que a dupla Jorge Paulo Lemann e Beto Sicupira, indiscutivelmente dois dos maiores empreendedores brasileiros na atualidade.

E olha que empreender no Brasil não é nada fácil. É só lembrar da burocracia, da alta carga tributária e da dificuldade em conseguir apoio financeiro. Em cada uma dessas áreas, é possível contar com a ajuda de especialistas e consultores, mas, infelizmente, não é possível terceirizar a paixão necessária para se tornar um empreendedor de sucesso. Neste sentido, podemos entender melhor a importância do livro organizado por Joaquim Castanheira: sua leitura é, sem dúvida, a melhor forma de despertar aquele tal “brilho nos olhos”.

A Endeavor, uma das principais organizações de fomento ao empreendedorismo no mundo, foi responsável pela seleção das empresas que compõem o livro, entre as quais estão Arizona, Acesso Digital, Grupo Prepara e ClearSale. Todas as histórias são realmente inspiradoras e valem a leitura.

A indicação do livro vem de todo mundo aqui na Wappa. E de empreendedorismo a gente entende. Nossa história começou há um bom tempo, lá em 2001, e também tivemos que superar várias dificuldades. Para quem tiver curiosidade sobre a história da Wappa, sugerimos dar uma olhada nesta entrevista que nosso CEO, Armindo Mota Júnior, concedeu recentemente à Folha de S. Paulo: http://goo.gl/d1oTw0